Saiba onde empreender e veja os 7 negócios que mais cresceram em 2020 e 2021 - Merchan Plásticos
Blog

Saiba onde empreender e veja os 7 negócios que mais cresceram em 2020 e 2021

Saiba onde empreender e veja os 7 negócios que mais cresceram em 2020 e 2021

Nos anos de pandemia, muitas pessoas precisaram se reinventar para obterem uma renda. Seja por causa da quarentena ou do preço dos produtos que subiram, alguns encontraram o seu lugar no empreendedorismo. Por isso, veja quais são os negócios que mais cresceram.

Quais foram os negócios que se deram bem em 2020 e 2021?

Houveram várias tentativas de criação de empresas durante os dois anos de pandemia. Mas, os que conquistaram maior espaço foram aqueles feitos de forma online, como lojas ou serviços de entrega. Então, saiba quais são ótimas opções para investir.

Por que o ramo de exercícios físicos cresceu tanto?

Quando a quarentena começou, muitas pessoas diziam que era ótimo praticar exercícios em casa. Afinal, era uma chance para quem queria começar a se movimentar mas não tinha tempo. Além disso, não sair poderia significar um maior sedentarismo.

Vendo que a demanda por atividades físicas online começou a aumentar, empresas foram criadas ou se adaptaram para entregar o serviço. Ou seja, cresceu o número de negócios que criaram aplicativos ou postaram vídeos na internet com esse tema.

Um ramo em expansão

Os tipos de atividade variam e vão desde musculação até dança. Ainda mais, esse ramo cresceu bastante no YouTube. Pessoas que postam vídeos sobre saúde física desde antes de 2020 chegaram a aumentar seus seguidores de 30 mil para 3 milhões em quase 1 ano.

Delivery

Não era recomendado sair de casa, apenas se fosse algo muito necessário. Assim, até mesmo compras no mercado foram substituídas por aplicativos de delivery. Então, muitos viram uma oportunidade para crescer no ramo.

Empresas que já existiam viram as vendas subirem. Além disso, os donos de bares ou restaurantes precisaram se adaptar para inserir a opção de entrega aos clientes. Não só isso, mas outros produtos foram entrando, como os farmacêuticos ou para pets.

O mais provável é que o serviço continue crescendo, mesmo após a pandemia. Afinal, os deliverys são mais práticos e até mesmo rápidos. Por isso, a tendência é que a preferência seja fazer os pedidos para receber os produtos em casa.

Por que os produtos naturais ganharam tanto espaço?

Uma das maneiras que algumas pessoas encontraram para ganhar dinheiro foi produzir os próprios produtos. Desse jeito, os acessórios naturais ganharam bastante destaque. Mas, junto com o serviço, a demanda também aumentou e fez o setor crescer.

Nos últimos anos há uma grande discussão sobre o meio ambiente e o autocuidado. Os industrializados costumam ter substâncias químicas que podem fazer tanto mal à natureza quanto à pele. Então, uma alternativa mais saudável é o natural.

Isso passou desde o mercado de cosméticos até os alimentos. Ou seja, a procura por comidas orgânicas cresceu junto com os produtos como perfumes ou cremes. Então, se você sabe fazer algo artesanal, é a sua chance.

Foto: A preocupação pela saúde e o meio ambiente foram essenciais para os negócios de produtos orgânicos.

Tecnologia e programação

O mercado da tecnologia recebeu muita atenção nos últimos anos. Com o desemprego, a busca por vagas cresceu bastante. Sendo assim, o setor de tecnologia é um dos que mais tem oportunidade.

As chances para trabalhar no ramo aumentaram muito. Além disso, muitas empresas passaram a oferecer cursos ligados à TI. Com isso, as pessoas podem se capacitar na área e buscar por emprego.

Na programação, você deve criar softwares, websites ou aplicativos. No fim, a tecnologia traz enormes chances para quem quer entrar no mercado de trabalho. Ainda mais, é outro setor que vai continuar crescendo mesmo após o fim da pandemia.

Vender cursos online é uma boa opção?

Pagar para fazer algum tipo de curso online não era tão comum antes. Seja porque não havia tempo ou por acreditarem que o ensino presencial era mais proveitoso. Mas, com a quarentena, a busca por esse tipo de aprendizado aumentou.

Sem precisar gastar tempo com transporte, muitas pessoas viram uma oportunidade de aprender algo novo. Porém, também não havia como se inscrever em cursos presenciais. Ou seja, o mercado virtual ganhou um espaço enorme.

As demandas foram as mais variadas possíveis. Alguns escolhiam temas para agregar no conhecimento profissional, já outros queriam aprender algo totalmente novo. Então, algumas opções para vender cursos onlines são:

  • Crochê;
  • Linguagens;
  • Cursos sobre tecnologia;
  • Marketing digital;
  • Confeitaria;
  • Desenho.

Compras pela internet

Junto com os serviços de entrega, o e-commerce teve um dos maiores crescimentos. Vendedores precisaram se adaptar e mostrar presença online. Afinal, também é algo mais fácil e prático de fazer.

Para um bom serviço é preciso ter conhecimento sobre marketing digital. Assim, você garante a chegada de novos clientes e fidelização dos antigos. Por isso, pesquisar muito antes de entrar no ramo é essencial.

As vendas online não mostram sinais de queda mesmo após a pandemia. Por ser mais confortável, a tendência é que os consumidores prefiram comprar pela internet. Ou seja, não é mais um método para aumentar o alcance, mas também de fazer o negócio continuar.

Foto: As vendas online cresceram muito entre 2020 e 2021 por causa da quarentena.

Serviços de beleza a domicílio cresceram com a pandemia?

Cabeleireiros, manicures e pedicures não podiam mais atender em salões de beleza. Então, o setor precisou de uma grande adaptação. Apesar de já existir antes da pandemia, o serviço a domicílio teve um aumento em 2020 e 2021.

Esses profissionais começaram a oferecer seus serviços na casa dos próprios clientes. Mas, é claro, tudo de acordo com as normas de segurança. Assim, não é preciso ter medo na hora de contratar alguém.

Mesmo com o fim da pandemia da Covid-19, esse tipo de trabalho pode manter seu crescimento. Afinal, é muito mais confortável para o cliente receber o profissional em casa do que ir até o salão. Por isso, ao que tudo indica, os serviços continuarão a domicílio.

Os últimos 2 anos mostraram a importância do ambiente digital

Depois de 2 anos com a pandemia do Coronavírus e as adaptações do mercado, o online está em evidência. Ou seja, quem não possuía redes sociais e presença virtual precisou aprender sobre e entrar no setor. Caso contrário, a chance de perder clientes era grande.

Acontece que só criar as redes não é o bastante para conquistar os consumidores. Então, foi preciso aprender sobre o ambiente da internet e o marketing digital. Além de descobrir as formas de manter os clientes, já que a concorrência também aumentou.

Para entrar no digital é preciso saber como conquistar e manter seu público-alvo. Não é algo tão fácil e, por isso, existem diversos cursos que tratam sobre o tema. Assim, não deixe de lado o aprendizado e insira seu negócio na internet da melhor forma.

Comentários

Jay Design