Business Intelligence: o que é - Merchan Plásticos
Blog

Business Intelligence: o que é

Business Intelligence: o que é

Manter um negócio funcionando é uma atividade que exige esforço, conhecimento e busca por inovação, certo? Em meio à concorrência, se destacar no mercado também é uma tarefa difícil, embora não impossível.

Mas e se houver um processo que contribua com o planejamento da empresa de modo assertivo e produtivo? Alcançar o sucesso empresarial tem muito mais relação com os desafios e tomadas de decisão do negócio do que com o mercado em si.

Nesse sentido, apresentamos a você a estratégia do Business Intelligence, um mecanismo que possibilita coletar e analisar dados que podem indicar uma ação e estratégia pautadas nas tendências de mercado e informações relevantes. Confira como o BI funciona!

Afinal, o que é Business Intelligence?

Do inglês, o termo Business Intelligence, também conhecido como BI, significa inteligência de negócios, um processo de gestão comercial baseado em alguns pilares importantes e necessários para monitorar, organizar, coletar, compartilhar e analisar dados.

Esse processo surgiu na década de 80 e foi criado pelo Gartner Group, Instituto de Pesquisa e Análise do setor de TI. Sua definição ode ser compreendida como: processo de coleta e análise de indicativos que são cruciais para a tomada de decisão de uma empresa.

Em um ambiente de negócio, muitas vezes a tomada de decisão exige correr riscos. O BI foi pensado de modo que a busca por soluções seja pautada em dados organizados e analisados em prol de criar estratégias e planejamentos assertivos.

Na prática, com o Business Intelligence torna-se possível coletar dados e pensa-los em possíveis cenários de um negócio. Ou seja, utiliza-se de seu processo para compreender o mercado (concorrentes e clientes) e filtrar informações importantes, como:

  • Comportamento do consumidor;
  • Tendências de mercado;
  • Metodologias inovadoras;
  • Insights e oportunidades.

Resumidamente, o BI envolve o seu negócio, a sua gestão empresarial e a Tecnologia da Informação, sob objetivo de favorecer suas ações de forma estratégica e produtiva.

Quais as principais características do BI?

Se você está se perguntando como é que o Business Intelligence funciona, afinal, precisa entender em que piares ele se baseia e como se dão na prática. Dessa forma, tenha em mente que o BI é usado como indicativo estratégico de negócio e, por isso, suas principais características são:

Coleta de dados
  • Coleta de dados: A primeira fase é armazenar informações relevantes. Isso é feito por meio da extração de dados, como produtividade, reputação da empresa, possíveis oportunidades, restrições enfrentadas, entre outros, que são coletados e analisados.
  • Organização e análise: após o armazenamento, é preciso organizar toda a coleta em banco de dados de modo que possam estar visíveis à equipe gestora e, posteriormente, serem analisados. Normalmente, nessa etapa são usadas ferramentas tecnológicas.
  • Tomada de decisão e monitoramento: finalmente, é a hora da ação, uma vez que os dados já foram coletados, organizados e analisados. Na tomada de decisão é crucial haver o monitoramento de tudo, de modo que os resultados possam ser acompanhados.

Por que usar o Business Intelligence?

O BI é um processo que possibilita inúmeras vantagens, afinal, cruzar dados de sistemas da empresa com informações pertinentes do mercado e realizar o tratamento de tudo para criar um banco de dados unificado é uma ideia que merece atenção.

No entanto, se ainda houver dúvidas no quesito vantagens de usar o Business Intelligence, apontamos alguns elementos importantes para serem pensados, afinal é um processo que possibilita:

  • Maior conhecimento de mercado e tendências;
  • Minimização de riscos e falhas nas tomadas de decisão;
  • Planejamentos mais assertivos;
  • Gerenciamento eficiente dos dados da empresa;
  • Armazenamento organizado e produtivo;
  • Otimização de processos nas atividades diárias;
  • Identificação de erros e aprimoramento de desempenho;
  • Indicativo de oportunidades e conhecimento dos avanços inovadores;
  • Identificação e prevenção de riscos.

Como implementar o BI em um negócio?

Para a implementação de qualquer processo de negócio, é preciso, antes de tudo, organização e estratégia. O BI tem o potencial de alavancar os resultados da empresa, bastando ser definido e procedido de forma produtiva.

Para isso, tenha em mente que deve haver harmonia entre o time e a gestão empresarial, uma vez que todos devem compreender a importância da estratégia e se comprometer na colaboração conjunta.

O primeiro passo sem dúvida é o planejamento do processo. Ou seja, trace os objetivos e defina as estratégias de forma clara. Para isso, é preciso conhecer seu negócio, pontos fortes e fracos, e delinear uma finalidade, como, por exemplo, corrigir eventuais problemas.

Além disso, é preciso que haja dados de qualidade e confiáveis, uma vez que são cruciais para todo o processo. A captação das informações deve ser coerente, monitorada e registrada de forma organizada para que sejam facilmente acessadas e compreendidas.

Após tudo isso, é necessário estar ciente de que os resultados precisam trazer mudanças ao negócio, visto que seu objetivo é indicar melhoras e oportunidades, certo? Por isso, não basta obtê-los, a importância está em todo o processo, principalmente na análise dos dados obtidos.

Com os resultados disponíveis é possível que a sua tomada de decisão ocorra de forma mais alinhada tanto aos objetivos da empresa quanto com relação aos avanços do mercado. Portanto, planeje as próximas mudanças e monitore-as para que o retorno seja produtivo sempre.

Ferramentas para implementar o Business Intelligence

Ferramentas para BI são software que permitem que a coleta de dados de grandes volumes seja feita da melhor forma possível, além de processá-los de modo que produzam relatórios, painéis de visualização e consultas variadas.

Conheça algumas opções do mercado:

  • Microsoft Power BI: Com grande renome e oferecendo versão gratuita, essa ferramenta executa análises na nuvem ou utilizando um servidor. Além disso, na versão paga possibilita colaboração de vários usuários em tempo de real.
  • Google Looker: também muito renomado, aqui há a possibilidade de análise com um BI atual e também com aplicações personalizáveis. No mais, oferece versão gratuita e é tão recomendada quanto a primeira.
  • Qlik: oferecendo diversas experiências em BI, esta ferramenta possui uma versão mais simples e uma mais moderna. Enquanto a primeira possibilita manipular dados de forma descomplicada, a segunda é focada em processamento de linguagem natural.

Embora haja diversas ferramentas disponíveis no mercado e a escolha destas seja muito importante, o mais crucial do BI é todo o processo de acúmulo de dados, organização, análise e manipulação dos resultados, que possibilitará uma eficiente experiência de negócio inteligente.

Comentários

Envie uma mensagem