Identificando as principais mudanças sobre o consumo dos últimos anos - Merchan Plásticos
Blog

Identificando as principais mudanças sobre o consumo dos últimos anos

Identificando as principais mudanças sobre o consumo dos últimos anos

O interesse de um determinado público consumidor tende a sofrer mudanças de tempos em tempos. Isso é provocado por diversas mudanças que ocorrem no contexto desses consumidores. Crises ambientais, lançamento de novas tendências, entre muitos outros fatores podem interferir na forma como os seus clientes irão comprar (ou não) os seus produtos.

Por se tratar de um assunto de grande importância para distribuidores, lojistas, revendedores e diversos outros empreendimentos comerciais que trabalham com produtos de plástico, neste artigo vamos apresentar as principais mudanças sobre o consumo notadas no setor nos últimos anos. Identificar e se adequar a essas mudanças é fundamental para não deixar as vendas caírem!

O perfil atual de consumidores de produtos em plástico tende a preferir empresas que atendem aos seguintes requisitos:

  • Utilização de materiais recicláveis na composição dos produtos;
  • Elaboração de itens de longa durabilidade;
  • Descarte correto de resíduos gerados pela produção;
  • Oferta de produtos em designs atraentes.

Vejamos, a seguir, o desdobramento de cada um desses tópicos para que possamos compreender os detalhes dessas mudanças sobre o consumo.

Preferência pelos recicláveis

É cada vez mais presente no imaginário popular a noção de que produtos recicláveis são preferíveis aos que não possuem essa possibilidade de reutilização.

A reciclagem reduz a necessidade de extração de matéria-prima natural e o descarte de materiais. Através de processos especializados, os materiais que seriam descartados podem ser reinseridos na cadeia produtiva, gerando novos produtos. Esses benefícios são, atualmente, reconhecidos e defendidos pelos consumidores de produtos como os compostos em materiais plásticos.

A busca dos consumidores por produtos recicláveis é um ótimo sinal. Significa que a preocupação em relação à preservação do meio ambiente está cada vez mais difundida. Cabe aos empresários de setores como o da produção de itens plásticos manter as condições para que o púbico consumidor possa adquirir itens cujo ciclo de produção não prejudique a natureza.

Quanto mais durável o produto, menor o seu índice de descarte

Em muitos momentos, a preferência na aquisição de produtos em plástico era voltada para as ofertas de menor custo. Produtos baratos apresentavam maior adesão por parte dos consumidores.

Porém, uma das atuais mudanças sobre o consumo é relacionada à durabilidade: os consumidores não querem mais produtos que, em pouco tempo, se tornarão inutilizáveis, mesmo que isso represente uma aparente economia no ato da compra.

Quando falamos de durabilidade, é importante ressaltar que isso não consiste apenas na apresentação de bons níveis de resistência física e química. Um produto durável é o que mantém suas qualidades presentes mesmo durante longos períodos de utilização.

Ou seja, mesmo que um produto não quebre ou não se torne inteiramente inutilizado, a perda de algumas de suas características originais já é suficiente para que muitos consumidores realizem o seu descarte. Para que o produto seja mantido em uso, é necessário que o consumidor perceba que suas características funcionais e estéticas não foram prejudicadas ao longo do tempo. Isso é um produto realmente durável.

A responsabilidade ambiental também é um fator que influencia na busca por durabilidade. Se os produtos duráveis são menos descartados, isso significa uma redução na poluição gerada por aquele determinado produto.

Responsabilidade ambiental da fabricante

A oferta de produtos duráveis e compostos em material reciclado são elementos buscados por um público consumidor com cada vez mais responsabilidade ambiental. Porém, esses não são os únicos fatores importantes nesse quesito.

O compromisso de uma empresa com o meio ambiente pode ser constatado a partir de diversas iniciativas. Fabricantes que elaboram produtos em plástico devem cumprir exigências como o descarte correto de resíduos, por exemplo. Isso contribui muito para reduzir o derramamento de produtos químicos nocivos à natureza.

O descarte incorreto de materiais, substâncias e resíduos coloca em risco a pureza da terra, podendo contaminar diversas espécies vegetais e os eventuais lençóis freáticos presentes na área. Esse efeito nocivo afeta também as espécies animais que habitam o local.

Os prejuízos gerados por atitudes irresponsáveis em relação ao meio ambiente são inestimáveis. Consciente disso, o público consumidor atual não quer compactuar com a destruição do planeta através da compra de produtos cuja fabricação envolve métodos ultrapassados e nocivos.

Uma dica para os empreendedores é buscar formas de dar visibilidade às medidas ambientais aplicadas em sua atuação. A produção de conteúdo digital é uma alternativa muito eficiente para difundir as ações ambientais da empresa e atrair os consumidores que se preocupam com a preservação do meio ambiente.

A crescente importância do design de produtos plásticos

O último tópico que pretendemos examinar de forma detalhada é a preferência dos consumidores por produtos com design sofisticado.

O impacto visual gerado por um produto influencia muito em sua aceitação no mercado. Produtos atraentes geram maior interesse de compra, o que resulta no aumento das vendas.

O perfil que está sendo traçado pelas novas mudanças sobre o consumo indica que o interesse do público está cada vez mais criterioso no que diz respeito à qualidade estética. Produtos com aspecto de “baratos”, que sejam excessivamente simples, são cada vez mais deixados e lado.

O que o consumidor atual busca, então? A tendência de consumo indica que são mais procurados os produtos que possuem aspecto mais moderno, elegante, arrojado.

Elementos visuais como a utilização de superfícies foscas e a apresentação de formas lisas são elementos que constam entre os mais buscados atualmente.

Também é recorrente a busca por designs que inspiram valores como praticidade, segurança e eficiência. Isso é encontrado em produtos que oferecem boas condições para o manuseio, como a apresentação de alças com revestimento que protege as mãos do usuário, por exemplo, entre tantas outras soluções visuais que valorizam o aspecto prático do produto.

Portanto, podemos constatar que a preferência do público recai sobre os itens cuja eficiência é demonstrada também por sua composição visual.

Quando o consumidor muda, o mercado muda

Todos esses aspectos estão presentes nas novas tendências de consumo no setor de produtos de plástico. Conhecer essas preferências e corresponder a elas é a melhor maneira de manter um bom fluxo de vendas no mercado atual.

Comentários

Envie uma mensagem