O que são empresas sustentáveis e porque é relevante fazer parte delas - Merchan Plásticos
Blog

O que são empresas sustentáveis e porque é relevante fazer parte delas

O que são empresas sustentáveis e porque é relevante fazer parte delas

Empresas de todos os portes vêm se esforçando para ter uma produção mais sustentável. A tendência é mundial e tem conquistado cada vez mais adeptos na indústria e em diversos setores. 

Valores verdes

Desde a década de 1990, a sustentabilidade tem sido importante para o mundo corporativo. As grandes marcas perceberam a preocupação socioambiental e passaram a se adequar aos valores verdes, a fim de atender às necessidades dos seus consumidores cada vez mais atentos à conservação do meio ambiente. Países desenvolvidos foram os primeiros a abraçar o movimento. 

Muitas empresas viram a expansão dos seus negócios ao atrelarem a sua marca à ecologia. 

Conceito

O conceito de sustentabilidade vai além das questões ambientais. Ser uma empresa sustentável significa que são adotados um conjunto de ações operacionais, mercadológicas e econômicas aliando a consciência ecológica com a social. Os dois andam juntos. Reduzir os impactos no meio ambiente é uma exigência do mundo empresarial e dos clientes. 

De acordo com a pesquisa ambiental da Tetra Pak, os consumidores estão cada vez mais conscientes e dois terços deles optam por evitar marcas não sustentáveis. Esse número apresentou aumento de 26% nos últimos seis anos.

Outra pesquisa aponta que 42% dos brasileiros mudaram o seu consumo com o objetivo de reduzir seu impacto no meio ambiente. Cerca de 30% dos entrevistados afirmam estar atentos aos ingredientes dos produtos que consomem. Além disso, 58% dizem não comprar mercadorias de empresas que fazem testes em animais. Empresas associadas ao trabalho escravo são rejeitadas por 65% dos entrevistados. 

Os consumidores estão cansados dos impactos da atividade industrial no meio ambiente e, por isso, estão mais exigentes. Os danos provocados à natureza ao longo dos anos prejudicam não apenas as florestas e a sobrevivência dos seres humanos, mas também a produção empresarial. Sem uma consciência ambiental será difícil evitar os efeitos danosos e irreversíveis. 

Fazer parte das empresas sustentáveis é equilibrar o desenvolvimento econômico com a redução dos impactos negativos no meio ambiente. Muitas empresas brasileiras entraram no rol da preocupação socioambiental e estão ganhando não só clientes como admiradores. Qualquer setor fabril ou comercial pode atuar sem prejudicar o ambiente com poluição, desmatamento, agrotóxico, entre outros. Esse é o novo desafio das empresas do século XXI.

Empresas que fazem a diferença 

Algumas empresas são exemplos de sustentabilidade no Brasil como:

  • Natura Cosméticos: A empresa trabalha com comunidades tradicionais e fazem extrações conscientes sem prejudicar o bioma. Cerca de 90% das fórmulas da Natura utilizam ingredientes renováveis. 
  • Unilever: A multinacional anglo-holandesa é uma das corporações mais sustentáveis do mundo. A marca está preocupada com a redução dos gases de efeito estufa, no melhor gerenciamento da água, no tratamento dos resíduos e em recursos agrícolas sustentáveis.
  • Nestlé: O objetivo da empresa é reduzir as emissões de CO2 por tonelada de produto fabricado. No Brasil, a empresa investe na modernização tecnológica, na gestão de energia e na sustentabilidade da produção. Já em outras partes do mundo, a Nestlé pretende zerar o envio de resíduos para disposição, buscando alternativas de reaproveitamento para os resíduos gerados nas fábricas. Para isso, a empresa reutiliza-os na produção ou destina-os a parceiros.

Não são apenas as grandes empresas que podem investir em sustentabilidade. As médias e pequenas também podem contribuir com o meio ambiente sem abrir mão do desenvolvimento econômico. Colocar lixeiras seletivas em lugares estratégicos da empresa já é um bom começo. Outra coisa fácil é fazer parcerias com catadores de recicláveis e conscientizar funcionários e clientes sobre a importância da sustentabilidade, descartando o uso de plásticos ou descartando-os em locais corretos. Isso tudo sem falar na economia de energia e da reutilização da água. 

Homem com garrafa presa a roupa

Visão empresarial

Segundo o levantamento da UniEthos intitulado “Estratégias Empresariais para a Sustentabilidade no Brasil”, 65% das empresas pesquisadas afirmaram que a sustentabilidade ajuda no reposicionamento no mercado. A entrevista ouviu 250 companhias nacionais, de todos os tamanhos. Para 69% das empresas brasileiras, a sustentabilidade no planejamento estratégico das corporações é uma necessidade do mundo moderno. Segundo o estudo, as empresas que não investem em uma política sustentável podem ficar fora do mercado. 

A sustentabilidade ultrapassa os limites empresariais e vira uma realidade dos municípios brasileiros. As cidades sustentáveis são bem planejadas e adotam práticas para melhorar a qualidade de vida da população unindo desenvolvimento econômico com preservação do meio ambiente. As cidades de João Pessoa e Curitiba são exemplos de sustentabilidade.

Entre as ações desenvolvidas por regiões sustentáveis estão:

  • Redução da emissão de gases do efeito estufa;
  • Melhoria na qualidade do transporte público, investindo na mobilidade urbana com sistemas alternativos, como as ciclovias;
  • Sistemas para a reciclagem de lixo, incentivando a população a essa prática;
  • Investimentos em energia renovável: torres eólicas e sistema de energia solar. 

Todos esses exemplos demonstraram que a sustentabilidade não é apenas modismo, mas algo que chegou para ficar. Por isso, é importante que a sua empresa faça parte dessa nova realidade para conquistar mais consumidores enquanto preserva o meio ambiente.

Comentários