A reciclagem de plástico tem aumento no Brasil - Merchan Plásticos
Blog

A reciclagem de plástico tem aumento no Brasil

A reciclagem de plástico tem aumento no Brasil

Em nível de crescimento, a reciclagem de plástico no Brasil é vista como uma boa ação para o meio ambiente, uma vez que o plástico demora de 450 a 500 anos para se decompor.

Em estudo realizado pela consultoria MaxiQuim junto ao Plano de Incentivo à cadeia de Plástico (PICPlast), 2018 foi o ano em que 757 mil toneladas de plásticos usados foram recicladas. Em comparação com dois anos antes, em que 550 mil toneladas foram registradas, o aumento foi de 37%.

A reciclagem do plástico acontece por meio de três tipos de processos: mecânico, químico e energético. A partir desses processos, o material pode ser reutilizado para diversos objetivos e de várias formas diferentes. Nesse processo, a maioria do plástico reciclado costuma vir do uso doméstico.

Entenda como funciona isso e saiba mais sobre o aumento da reciclagem de plástico no Brasil.

Como funciona a reciclagem de plásticos?

Como mencionado, a reciclagem de plásticos pode acontecer de três formas. Cada forma de reciclar gera tipos diferentes de produtos e traz suas próprias vantagens.

  • Reciclagem mecânica:

Esta é a reciclagem mais utilizada, uma vez que utiliza os plásticos recuperados da coleta seletiva e os transforma em pequenos grânulos. O processo da coleta é uma forma de descartar corretamente o lixo, separando os resíduos de acordo com suas características.

Após a transformação por essa forma de reciclagem, torna-se possível produzir novos matérias, como sacos de lixo, embalagens não-alimentícias, peças de carro, etc. O processo ocorre somente depois da triagem dos tipos de plástico, que os separa e higieniza.

  • Reciclagem química:

Este tipo de reciclagem utiliza o modelo de reprocessar plásticos de modo que possam virar materiais petroquímicos básicos. Dessa forma, eles servirão de matéria-prima para criar novos produtos com qualidade.

Este modelo é mais tolerável com impurezas, o que dispensa uma triagem mais rigorosa. Mas também requer mais recursos, pois é um processo mais caso e precisa de enormes quantidades de plástico.

  • Reciclagem energética:

Já esta forma utiliza a energia térmica e elétrica para poder aproveitar o calor armazenado nos plásticos. Isso ocorre por meio da queima dos resíduos. Um fato interessante deste modelo é que os plásticos reciclados por ele podem ser aproveitados como combustível.

Infelizmente, ainda não é um tipo de reciclagem adotada no Brasil, sendo a URE, localizada no campus da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) a única existente e em fase experimental.

O aumento da reciclagem de plástico no Brasil

O mapeamento realizado pela MaxiQuim junto ao PICPlast em 2018 evidenciou aumento da reciclagem de plástico no Brasil. A maioria do plástico reciclado tem origem doméstica (54,3%), sendo aproveitadas pós-consumo. O total foi de 757 mil toneladas em comparação a 550 mil do ano de 2016.

O estudo foi realizado por meio de indústrias de reciclagem mecânica de plásticos. Os dados mostraram que 716 empresas estão em operação, sendo a maioria, com 88,54%, situadas no Sul e Sudeste do País.

Além disso, também foi evidenciado que o faturamento bruto do setor de reciclagem foi de R$ 2,4 bilhões, o que gerou mais de 18 mil empregos. Ao ano, a capacidade de reciclagem somou 1,8 milhão de toneladas de plástico.

Nesse sentido, Jaroski, membro da MaxiQuim, prevê o aumento da reciclagem no Brasil, seja por questões de preservação do meio ambiente ou por requisitos financeiros, como a profissionalização dos recicladores.

No entanto, ele também chamou atenção para a crise de 2020, com a pandemia do coronavírus. Segundo ele, os impactos do momento ainda são difíceis de mensurar, mas já afirmou que a coleta de resíduos foi dificultada.

O plástico no meio ambiente

Sem dúvida a quantidade de lixo plástico produzido diariamente no Brasil é alarmante. Dados do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil da Abrelpe, evidenciaram que cada habitante pode chegar a gerar 1kg por dia de resíduos sólidos. Se descartados incorretamente, perde-se a possibilidade de reciclagem.

O lixo plástico, especificamente, traz impactos negativos e positivos ao meio ambiente. Por benefícios, ele reduz o gasto excessivo de energia em determinadas situações por meio do isolamento térmico.

Isso ocorre em aterros sanitários, lonas plásticas usadas na impermeabilização de lençóis freáticos, com a instalação de coleta de água por tubos plásticos, etc.

Outra questão é a adoção do plástico em equipamentos de automóveis. O que antes era de material metálico e pesado foi substituído pelo plástico. Isso resultou em leveza ao carro e também gerou economia no combustível, o que ajudou a reduzir as emissões de gases tóxicos na atmosfera.

Mas há também diversos malefícios trazidos pelo material. O acúmulo do lixo plástico é o maior deles, uma vez que, descartado incorretamente, pode causar impactos ambientais e também sociais, como:

  • entupimento de valas e bueiros, causando enchentes e desabrigando pessoas;
  • impactos no ecossistema marinho, podendo causar a morte de animais dessa região por causa das ações do meio que o plástico sofre, com o sol e altas temperaturas, por exemplo;
  • geração de grande volume de lixo, que ocupa espaço no meio ambiente e dificulta a decomposição de materiais orgânicos.

Como contribuir com a reciclagem de plástico

A reciclagem do lixo é uma solução para reduzir os impactos ambientais. O plástico é um material importante para a reciclagem. Você pode fazer a sua parte por meio da coleta seletiva e descarte correto.

Alguns dos itens desse material que podem ser reciclados são:

  • frascos de xampu, condicionador e de sabonete líquido;
  • enxaguante bucal e escovas;
  • embalagens de produtos de limpeza;
  • utensílios e produtos para automóveis e jardinagem;
  • garrafas plásticas, tanto de água quanto de refrigerante;
  • caixas de suco e de leite;
  • tampas, recipientes e potes, como os de molho, óleo de cozinha, detergente, iogurte e manteiga.

Os materiais devem ser higienizados e separados de acordo com a coleta seletiva. E uma dica a mais é usar o app Reciclagem de Plástico. Ele está disponível para Android e IOS e é iniciativa de um projeto que busca estimular o descarte correto de resíduos.

Dessa forma, você estará contribuindo com o meio ambiente e ajudando a aumentar o processo de reciclagem de plásticos descartáveis no Brasil.

Comentários