O que é o conceito 4.0 - Merchan Plásticos
Blog

O que é o conceito 4.0

O que é o conceito 4.0

É um sistema de tecnologias avançadas que estão mudando a produção e os modelos de negócios

Conhecida como a quarta revolução industrial, a Indústria 4.0 nada mais é do que a união de vários tipos de tecnologias avançadas que estão mudando a cara das fábricas e das grandes corporações no Brasil e no mundo. 

Com certeza você já ouviu falar em inteligência artificial, robótica, internet das coisas e computação em nuvem. Na indústria 4.0, todos esses sistemas estão integrados. O modelo tem transformado a automação, o meio de produção e os negócios. 

A grande vantagem de todas essas tecnologias é o impacto positivo que trazem à indústria. O aumento da eficiência é visível e as chances de erros são quase nulas. Isso faz com que a empresa ganhe em produtividade. 

Mas a indústria 4.0 não envolve apenas a parte de produção, mas todos os setores da empresa: produção, Tecnologia da Informação, Compras, Recursos Humanos. Para que os resultados atendam às expectativas, o 4.0 deve estar em todas as áreas. Tudo deve contar com sistemas tecnológicos avançados. 

Tecnologia 4.0

Com o avanço da tecnologia, as máquinas estão ficando cada vez mais inteligentes. É cada vez mais comum ver robôs agindo de maneira autônoma, sem a vigilância constante dos seres humanos. 

Isso ocorre por causa da incorporação de sensores, da Internet das Coisas e da Inteligência Artificial. Tudo isso junto permite que as máquinas fiquem cada vez mais parecidas com os seres humanos e, ao mesmo tempo, melhor, já que os erros comuns aos homens são cada vez mais raros quando o operador é um computador. Esses sistemas estão envolvidos nas diversas etapas industriais: projeto, desenvolvimento, produção, venda e pós-venda.

Vamos entender alguns conceitos por trás dessas tecnologias

  • Robótica avançada: dispositivos que trabalham de forma autônoma no ambiente industrial. Os equipamentos conseguem ‘interagir’ com as pessoas. Por meio da tecnologia avançada, os robôs são capazes de modificar comportamentos e atitudes baseados nos dados de sensores armazenados no sistema.
  • Internet das coisas: Essa tecnologia conta com infraestrutura de interconexão. A internet das coisas é formada por software, sensores e atuadores, além da parte elétrica. Distribuída e organizados em redes, os computadores têm capacidade de se comunicar e interagir. Outra vantagem dessa tecnologia é que pode ser remotamente monitorada ou controlada de qualquer lugar, trazendo maior eficiência à produção.
  • Inteligência artificial: Esta tecnologia utiliza a análise avançada e técnicas baseadas em lógica, incluindo aprendizado de máquina, para interpretar eventos, analisar tendências e comportamentos de sistemas, apoiar e automatizar decisões e realizar ações. O campo é ligado à ciência de dados e tem como objetivo tornar robôs cada vez mais autônomos. Ou seja, capazes de tomar decisões diante de contextos desconhecidos.
  • Computação em nuvem: O dispositivo utiliza servidores, armazenamento, bancos de dados, redes, software, análises, inteligência. Com a computação em nuvem, as empresas podem acessar recursos computacionais por meio de diferentes dispositivos remotos. A computação em nuvem não é só eficiente na produção industrial, mas ajuda a empresa a reduzir custos. Assim, a corporação evita fazer investimentos altos em equipamentos e em equipe de suporte.

As compras também são 4.0

Como citamos no início deste artigo, a tecnologia avançada não está presente apenas na produção industrial, mas em todas as etapas e setores empresariais. Entre eles estão as compras e recursos humanos. 

A tecnologia 4.0 não conhece fronteiras. Por isso, é possível empregar o seu conceito em qualquer setor corporativo. A Compra 4.0 é beneficiada por uma tecnologia avançada e eficiente. São ações inteligentes que ajudam na tomada de decisões, melhorando a competitividade da empresa. 

A utilização de tecnologias avançadas por meio de softwares inteligentes ganhou espaço em diferentes setores, sendo essencial também no segmento de compras. Por meio dos softwares especializados, é muito mais fácil avaliar a hora certa de investir em algo como equipamentos, insumos ou até mesmo novas tecnologias e serviços.

As Compras 4.0 auxiliam as corporações a adquirirem bens ou serviços utilizando as estratégias traçadas pela tecnologia. Isso é possível com a utilização de ferramentas e softwares específicos para cada objetivo traçado pela indústria, por exemplo, a aquisição de insumos ou materiais. 

As decisões corretas proporcionam diversos benefícios, como gerenciamento de estoque eficiente, melhorias na produtividade e a redução de custos.

As tecnologias envolvidas na Compra 4.0 são as mesmas da indústria 4.0, como Inteligência Artificial, Computação em Nuvem. Acrescentamos também:

  • Big Data: É capaz de analisar um grande volume de dados, viabilizando a obtenção de insights. A ferramenta facilita a tomada de decisão, tornando-a mais estratégica.
  • Impressão 3D: Adota o método digital para criar objetos físicos por meio da deposição de itens em camadas.
  • IoT (Internet das Coisas): A ferramenta impacta positivamente na Compras 4.0, porque facilita a comunicação entre máquinas pela internet. Por meio do programa, é possível compartilhar dados e informações para a realização de tarefas.
  • Machine Learning: O software é importante para o aprendizado de máquinas que executam processos industriais. A solução tecnológica processa um enorme volume de informações em tempo real.

O que é RH 4.0?

É uma nova era dos Recursos Humanos que, assim como as Compras 4.0 e da Indústria 4.0, faz uso de tecnologias e softwares para ter um bom desempenho nos processos. As decisões tornam-se mais estratégicas e focadas na otimização da gestão de pessoas e da sua função no negócio.

Com a ajuda dos softwares, a maior parte das funções do RH se tornarão 4.0, ou seja, automatizadas. 

Como percebe, a tecnologia 4.0 está no comando e cabe às empresas se adaptarem às inovações para não ficarem para trás. 

Comentários